raiseyourglass

– Oi Gabi!
– Oi! Eai, tudo bom?
-Tudo e você?

Eu poderia responder um simples “também”, o que não seria de todo errado. Mas seria muito vago.
Eu tô bem. Eu tô bem feliz com o meu corpo, com a minha saúde, com a minha faculdade, com os meus amigos, com a minha solterisse, com o meu futebol de domingo, com os meus shows a céu aberto, com as exposições que eu posso ir, com os meus desabafos que geralmente caem aqui, com minhas boas notícias de cada dia, com o meu cabelo – já que ele é 50% do que eu quero, e portanto, eu tô mais satisfeita com ele do que a maioria das brasileiras -, com as minhas roupas que não seguem uma moda ditada por alguém, alguma música ou alguma cor, com as minhas burocracias que pouco a pouco vão se resolvendo, com meu quarto que tá ‘semi-organizado’, com meus amigos novos e com os poucos (e bons) antigos que permaneceram…
Eu tô feliz com quem eu sou e com o que eu tenho, e acho que esse é um grau de felicidade BEM difícil de se alcançar.

– Sinceramente? Eu nunca estive melhor.

So raise your glass if you are wrong,
In all the right ways,
All my underdogs,
We will never be, never be anything but loud.
[…]Why so serious?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s