oamanhã

Apesar de ser uma perdida, sempre sei o caminho de volta pra casa. Mas hoje não foi assim. Eu passei por no mínimo uns quatro caminhos diferentes e, não sei porquê, você estava justamente no que escolhi pegar. Depois de meses sem notícias suas, ver o seu semblante me destruiu. Acho que eu queria voltar naqueles 5 minutos de conversa jogada fora e então conseguir montar uma frase com coesão e pronunciá-la sem gaguejar.

A tremedeira nas mãos, a voz barganhada e a falta de contato visual são coisas exclusivamente suas. Causadas cada momento que você aparece e leva o meu ar embora. Meu sistema nervoso foge junto com toda a minha razão.
É difícil explicar, mas acho que conseguiria te encontrar em qualquer lugar dessa cidade enorme, sendo guiada somente pelo destino.

Essas indas e vindas inesperadas vão me dilacerando pedaço a pedaço…

Na maneira que esse mundo imundo
De poeira me fez perceber
Que tudo não passou de um sonho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s